10 superstições que fazem parte do fim de ano brasileiro.

Estamos na contagem regressiva para a chegada de 2022, e com isso resolvemos trazer algumas das mais conhecidas superstições brasileiras para a virada do...

- 31/12/2021 15h44 | atualizado em 31 de dezembro de 2021 as 15h44

Estamos na contagem regressiva para a chegada de 2022, e com isso resolvemos trazer algumas das mais conhecidas superstições brasileiras para a virada do ano.

Ano Novo é uma data celebrada pelo mundo inteiro. Muitos aproveitam o momento de renovação para dinheiro e prosperidade, ou evitar mau olhado.

 

  1. Comer sementes de romã

De acordo com essa tradição, você deve comer sete sementes de romã e guardá-las na carteira. No Dia de Reis, que é celebrado em 6 de janeiro, você deve embrulhar as sementes que foram comidas em um papel e colocá-las na carteira, com o intuito de atrair dinheiro.

Vale lembrar que as sementes não devem ser mastigadas. Você deve comer apenas a polpa do Romã que envolve a semente. Lembre-se também de comer apenas 7 sementes, pois isso representa os 7 chacras que temos no corpo e os dias da semana.

 

  1. Pular 7 ondinhas

Essa é uma das tradições de ano novo mais populares do Brasil. Os gregos diziam que o mar tem poder e espiritualidade, fazendo com que as nossas energias sejam renovadas quando entramos nele. Contudo, a tradição de pular 7 ondas foi difundida pelos povos africanos que chegaram ao Brasil.

A cada onda pulada, você deve fazer um pedido ou agradecimento. Além disso, o ritual oferece força para enfrentar os obstáculos do ano que chegou. Após terminar de pular as sete ondas, não vire as costas para o mar. Faça isso apenas quando os seus pés estiverem fora da água.

 

  1. Oferendas a Iemanjá

As religiões espíritas de origem africana consideram Iemanjá como a entidade que protege os mares. Por isso, são feitas oferendas a rainha do mar em troca de proteção, paz e também para agradecer por desejos atendidos.

As oferendas feitas a Iemanjá podem ser colocadas em pequenos barcos. Os itens ofertados são perfumes, sabonetes, espelhos, pentes, colares, rosas brancas, etc.

 

  1. Usar roupas brancas

Esse costume é oriundo de tribos africanas, que usavam roupas brancas em certos rituais. Tais vestimentas eram usadas pelos membros da tribo a fim de buscar paz e purificação espiritual.

No Brasil, o hábito de usar roupas brancas no Ano Novo foi difundido pelos praticantes do Candomblé. Assim como as tribos africanas de antigamente, milhares de brasileiros que usam roupas brancas na virada do ano estão em busca de paz e proteção espiritual.

 

  1. Comer lentilha

A lentilha é um alimento que sempre está presente nas ceias de ano novo. Isso porque existe a crença que consumir lentilha na virada do ano traz boas energias.

Contudo, essa tradição possui uma série de regras. Na hora de consumir a lentilha, você deve subir em um lugar alto, que pode ser uma cadeira, mesa ou degrau da escada. Feito isso, coma 7 garfadas de lentilha.

 

  1. Não consumir aves

Bastante consumidas durante o Natal, a ingestão de aves (frango, chester, peru, etc.) é evitada por muitos durante o Ano Novo. Isso porque elas ciscam para trás e, para muitos, esse fato pode trazer um atraso na vida.

Por esse motivo, é recomendável comer carnes suína, bovina ou peixes, pois são animais que se movimentam para frente. Existe a crença que o consumo da carne de animais dessa origem trazem prosperidade.

 

  1. Planejar a cor da lingerie para virada

Outro costume bastante adotado na virada do ano aqui no Brasil é o uso de lingerie colorida. De acordo com essa superstição, usar uma peça intima de uma determinada cor pode atrair bons fluídos para um certo setor da vida.

Cada cor possui um significado. As mais usadas pelas pessoas são o branco (paz), rosa (amor), verde (esperança), amarelo (dinheiro) e azul (prosperidade e sucesso).

 

  1. Colocar folha de louro na carteira

Durante a Idade Média, o loureiro era a planta que simboliza o sucesso, a prosperidade e a fortuna. Os povos antigos usavam folhas de louro em grande parte das confraternizações, seja para temperar a comida, ou como forma de ornamentação da festa.

No Brasil, o valor simbólico do loureiro foi preservado. Por isso, na virada do ano, coloca-se uma folha de louro com uma nota de dinheiro dentro da carteira. No dia 31 de dezembro, você deve doar o dinheiro e jogar a folha de louro em água corrente.

 

  1. Brindar com champanhe

Criado na região de Champagne, na França, o champanhe era uma bebida de custo alto, que era consumida apenas pelas famílias nobres da Europa. Quando produzida fora da região mencionada, a bebida é chamada de “Cremant”, que significa “espumante” em francês.

Atualmente, o espumante possui preço mais acessíveis e é usado para brindar a chegada de um novo ano. Isso acontece porque, por tratar-se de uma bebida feita de uvas, existe a crença que beber espumante na virada do ano traz sorte e prosperidade.

 

  1. Comer uvas

Essa é uma tradição que está ganhando cada vez mais força no Ano Novo no Brasil. O costume de comer uvas durante a virada do ano tem origem na Espanha. A ingestão das uvas deve ser feita no momento em que o relógio marcar meia-noite.

Contudo, você não deve comer as usar aleatoriamente. A cada badalada do relógio, uma uva deve ser ingerida, ou seja, você tem comer doze uvas.

Diante de todas essas tradições de Ano Novo, cabe a você escolher a superstição com a qual você se identifica e, dessa forma, atrair boas energias para o novo ano que começará.

 

Você conhece mais alguma superstição? Importante é seguir aquilo que você acredita e fazer de todo o coração. Desejamos independente da superstição um novo ano muito próspero.

Deixe uma resposta