Caso Ana Julia. Descaso com a saúde. Pinheiro pede socorro!

Neste sábado (06), um episódio lamentável de negligência e descaso foi marcado pelo falecimento de uma jovem chamada Ana Julia de 19 anos e...

- 08/01/2024 13h50 | atualizado em 8 de janeiro de 2024 as 13h50

Neste sábado (06), um episódio lamentável de negligência e descaso foi marcado pelo falecimento de uma jovem chamada Ana Julia de 19 anos e seu bebê, que teve seu direito a vida negado.

O caso aconteceu no materno infantil, hospital responsável pelos cuidados à gestantes, bebês e crianças do município de Pinheiro-MA.

Segundo relatos a jovem teria dado entrada no hospital informando que estava com dores para parir e a equipe médica teria mandado a mesma voltar para sua casa andando para abrir passagem para o bebê, visto que ainda não tinha passagem para que pudesse ser realizado o parto normal. Sendo que a mesma morava no povoado Outeirinho de Pedra à aproximadamente 20km de distância da cidade.

Em vídeos realizados no dia do ocorrido é possível ver a estrutura do necrotério do Materno Infantil, totalmente acabada, com o teto cheio de goteiras e sem sequer energia elétrica.

Quem acompanhava Ana Julia era sua prima, que lamenta sua morta e de seu bebê. Mostrando indignação com o fato ocorrido.

“Eles mataram a minha prima… Isso aqui não é um hospital, isso aqui é um nojo, eles mataram minha prima”, relatou a mulher com grande revolta e tristeza.

Segundo informações a família da vítima registrou um B.O e irá processar o médico responsável e o hospital.

A falta de atendimento médico, assim como a escassez de itens essenciais para os procedimentos básicos são a realidade dos hospitais de Pinheiro. Mais uma vítima dessa administração culposa e criminosa. Infelizmente, mais uma vida foi perdida devido à irresponsabilidade e negligência do gestor municipal.

 

 

 

Por: Lilson Pavão.

Deixe uma resposta