Fenômeno Aphelion: A Terra mais distante do Sol, clima mais frio a partir de julho de 2022?

De acordo com a NASA, a agência espacial dos EUA, o próximo Afélio ocorrerá em 4 de julho de 2022 e não são previstos...

- 24/05/2022 9h46 | atualizado em 24 de maio de 2022 as 9h48

De acordo com a NASA, a agência espacial dos EUA, o próximo Afélio ocorrerá em 4 de julho de 2022 e não são previstos efeitos significativos no clima ou na relação com a saúde das pessoas. A distância prevista entre os dois corpos astronômicos é de 152.098.455 km, quando em média a distância é 150.000.000 km, equivalendo a 8,3 minutos-luz ou a uma unidade astronômica.

O site Planetário de Montevidéu explica que isso ocorre porque o caminho da Terra ao redor do Sol é elíptico e não circular, por isso há momentos em que nosso planeta está mais longe do Sol e outros mais próximos (periélio). Conhecemos isso aqui como primavera, verão, outono e inverno.

No entanto, a distância entre nosso planeta e o Sol ‘varia muito pouco’ e a diferença entre o afélio e o periélio não ultrapassa 3%, explicou à agência de notícias AFP, Andrea Sánchez, doutora em astronomia pela Universidade da República, no Uruguai.  Sánchez explicou que a mudança das temperaturas durante as estações do ano se deve ao fato de que o eixo de rotação da Terra é inclinado e ‘isso determina que em uma determinada estação o Hemisfério Sul receba mais radiação solar, e em outra, o Hemisfério Norte’. No entanto, observou que há mais fatores que afetam a variação do clima, ‘não apenas a distância para o Sol’.

Também circulam pelas redes socias uma mensagem fake sobre o Aphelion.

De acordo com as mensagens, o evento teria como consequência baixas temperaturas e efeitos negativos na saúde humana. No entanto, o próximo afélio ocorrerá em 4 de julho de 2022 e não são previstos efeitos significativos no clima ou na relação com a saúde das pessoas, segundo fontes especializadas e uma astrônoma consultada pela AFP. Conforme o alerta, “a distância da Terra ao Sol é de cerca 90.000.000 km, mas com o tal fenômeno do afélio, o astro estará a 152.000.000 km”.

‘A partir de amanhã, às 05h27, vivenciaremos o FENÔMENO APHELION, onde a Terra estará muito distante do Sol. Não podemos ver o fenômeno, mas podemos sentir seu impacto.  Isso vai durar até agosto. Teremos um clima frio mais do que o clima frio anterior, o que afetará a gripe, tosse, falta de ar, etc.’, dizem publicações compartilhadas no Facebook majoritariamente em abril de 2022.

Apesar do texto (Fake) afirmar que o fenômeno Afélio irá começar amanhã, essa história já circula há alguns anos na internet em vários idiomas. Em julho de 2018, uma versão indonésia já havia sido desmascarada por especialistas daquele país. Ou seja, não é verdade que isso fará com que a temperatura da Terra abaixe drasticamente.

Em resumo: a história que diz que o fenômeno Aphelion chega amanhã e vai trazer uma forte onda de frio é falsa! A história surgiu do nada em espanhol e acabou desmentida por dois serviços de checagem da Venezuela. De acordo com eles, o fenômeno Aphelion, que é o momento do ano onde a Terra e o Sol estão mais distantes um do outro, não tem nada a ver com o frio. Segundo a NASA, esse afastamento não é capaz de causar mudanças de temperatura na Terra. Ou seja, a história não passa de balela!

Deixe uma resposta