Maranhão registra 909 novos casos de Covid-19 em 24h, o maior número dos últimos 5 meses

O Maranhão chegou a 377.458 casos de Covid-19 e 10.438 óbitos pela doença, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta...

- 21/01/2022 21h00 | atualizado em 21 de janeiro de 2022 as 21h00

O Maranhão chegou a 377.458 casos de Covid-19 e 10.438 óbitos pela doença, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta sexta-feira (22).

Segundo a SES, 909 novos casos foram registrados nas últimas 24 horas no estado. O número de casos acima de 900 em um único dia tinha sido registrado pela última vez somente em 29 de julho de 2021.

Dos novos casos registrados, 293 foram na Grande Ilha de São Luís, 42 em Imperatriz e 574 nas demais regiões do Maranhão.

Já em relação as mortes, cinco foram registradas em Amarante do Maranhão (1), Imperatriz (1), Nova Olinda do Maranhão (1) e São Luís (2). Desses, um óbito ocorreu nas últimas 24 horas, e as demais aconteceram em dias e/ou semanas anteriores e aguardavam resultado do exame laboratorial para Covid-19

O número de casos ativos (pessoas que, no momento, estão com Covid-19) voltou a subir e chegou a 4.694. Desse número, 4.370 pessoas estão orientadas a ficar em isolamento domiciliar, 173 estão internadas em enfermarias e 151 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Recuperados e testes

Até o momento, 362.326 pacientes já se recuperaram da Covid-19 (Confira algumas histórias de recuperados pela doença no estado no fim desta reportagem).

Ao todo, a Secretaria de Saúde diz que já foram realizados 950.848 testes (rede privada + pública) para a Covid-19, sendo que 650.019 casos foram descartados. O número de casos suspeitos atuais é de 1.689.

Novas cepas no Maranhão

 

O Maranhão confirmou, no dia 26 de fevereiro, o primeiro caso da variante brasileira P.1 (Gama) da Covid-19, originalmente identificada no Amazonas. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Já em maio, o Maranhão registrou os primeiros casos da variante indiana (Delta) do coronavírus (chamada de B.1.617) no Brasil. Foram seis pessoas que chegaram ao estado a bordo do navio MV Shandong da Zhi, atracado no litoral do estado.

Dos seis infectados, um precisou ser levado de helicóptero para um hospital da rede privada no dia 13 de maio. Trata-se de um tripulante indiano de 54 anos, que acabou morrendo no dia 28 de junho.

Em dezembro, o governo do Maranhão confirmou que, além da variante P.1 (Gama), a variante (Delta) também estava entre os registros de variantes de circulação local no estado.

Cuidados

 

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

 

Deixe uma resposta