Objetos esquecidos no Aeroporto de São Luís são doados à Apae.

O Aeroporto Internacional de São Luís doou mais de 600 itens do setor de Perdidos e Achados do terminal à Associação de Pais e...

- 05/01/2024 17h48 | atualizado em 5 de janeiro de 2024 as 17h48

O Aeroporto Internacional de São Luís doou mais de 600 itens do setor de Perdidos e Achados do terminal à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) da capital maranhense. A entrega dos objetos foi realizada pelo gerente da empresa que administra o aeroporto, Marcelo Angelim, e sua equipe, à coordenadora de Captação de Recursos da Apae MA, Janaína Sarges.
Os itens doados à Apae foram esquecidos pelos passageiros nas dependências do Aeroporto Internacional de São Luís, no período de 30 de março de 2022 a 31 de agosto de 2023. Depois que os objetos são encontrados pelo aeroporto, os pertences ficam no setor de Perdidos e Achados por um período de até 90 dias. No entanto, alguns objetos são descartados imediatamente, como alimentos e itens de higiene pessoal.
Marcelo Angelim informou que, mesmo com o prazo de três meses, grande parte dos itens doados estava há quase um ano e meio guardados. “A maior parte dos objetos estava guardada no aeroporto há 17 meses. Doá-los à Apae é uma forma de contribuir com o trabalho social desenvolvido pela instituição”, destaca o gerente do Aeroporto de São Luís, Marcelo Angelim.
Entre os itens doados, peças de roupa, calçados, relógios, óculos de sol, joias e bijuterias, bolsas, brinquedos e malas, por exemplo. Equipamentos eletrônicos com armazenamento de dados, como smartphones e notebooks, não entram na lista de doações devido à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Por: Imirante.com

Deixe uma resposta