Reino Unido começa a testar vacina sem agulha contra a Covid

O Reino Unido começou um ensaio clínico de uma vacina (DIOS-CoVax) sem agulhas e que poderá proteger contra novas variantes da Covid-19. A vacina será dada...

- 18/12/2021 8h51 | atualizado em 18 de dezembro de 2021 as 8h51

Reino Unido começou um ensaio clínico de uma vacina (DIOS-CoVax) sem agulhas e que poderá proteger contra novas variantes da Covid-19. A vacina será dada através de um jato de ar que injeta o imunizante na pele.

A vacina foi desenvolvida pelo professor Jonathan Heeney, da Universidade de Cambridge, e pela empresa DIOSynVax. Segundo os desenvolvedores, se o ensaio for bem-sucedido, pode ser ampliado e fabricado como pó para impulsionar os esforços globais de vacinação, especialmente em países de baixa e média renda.

“É o primeiro passo em direção a uma vacina universal de coronavírus que estamos desenvolvendo, protegendo-nos não apenas de variantes da Covid-19, mas de futuros coronavírus”, disse Heeney.

A vacina usa como alvo várias estruturas comuns de coronavírus-beta, e não a proteína Spike (que vem sofrendo mutações).

“A DIOS-CoVax tem como alvo elementos da estrutura do vírus que são comuns a todos os ‘beta-coronavírus’ conhecidos – aqueles coronavírus que são as maiores ameaças de doenças aos humanos. Essas são estruturas de vital importância para o ciclo de vida do vírus, o que significa que podemos ter certeza de que é improvável que mudem no futuro”, completou o professor de Cambridge.

O ensaio de fase 1 da vacina está sendo realizado pelo NIHR Southampton Clinical Research Facility. Participarão do estudo voluntários saudáveis com idades entre 18 e 50 anos. Os participantes devem ter recebido as duas doses da vacina contra Covid-19, mas não a dose de reforço. Os pesquisadores acompanharão os voluntários por 12 meses para garantir a segurança.

Deixe uma resposta