Auxílio emergencial de R$ 150 comprará só 23% da cesta básica em São Paulo

O novo auxílio emergencial será de apenas R$ 150 em quatro parcelas mensais para cerca de 20 milhões de beneficiados. O valor é suficiente...

- 16/03/2021 16h06 | atualizado em 16 de março de 2021 as 16h06

O novo auxílio emergencial será de apenas R$ 150 em quatro parcelas mensais para cerca de 20 milhões de beneficiados. O valor é suficiente para comprar 23% da cesta básica em São Paulo, 29%, em Belém e 31%, em Salvador, de acordo com levantamento mensal feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). De acordo com informações do jornal O Estado de S.Paulo, esse grupo envolve pessoas que vivem sozinhas. Outros 16,7 milhões de beneficiários moram com outras pessoas no domicílio e receberão R$ 250 – ao contrário do ano passado, apenas uma pessoa por casa poderá receber. Esse montante é suficiente para comprar 39%, 49% e 52% da cesta básica nas capitais paulista, paraense e baiana, respectivamente.

Já um benefício de R$ 375 será pago a 9,3 milhões de mulheres que são as únicas provedoras da família. Essa mãe vai poder comprar 59% da cesta em São Paulo, 73% em Belém e 78% em Salvador. Mais de 28 milhões que receberam no ano passado ficarão de fora agora, de acordo com a Rede Renda Básica Que Queremos.

Há pacotes de produtos chamados de “cestas básicas” à venda na internet e em supermercados com valores mais baixos que esses. Mas eles não incluem alimentos frescos, como carnes e legumes, por exemplo, e não garantem alimentação nutricionalmente balanceada e suficiente para um trabalhador adulto sobreviver.

Deixe uma resposta