Cânion desaba, atinge lanchas de turistas e causa duas mortes em Capitólio, MG

Um deslizamento de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio, no Centro-Oeste de Minas, atingiu três embarcações com turistas neste sábado (8) e causou duas mortes....

- 08/01/2022 16h03 | atualizado em 8 de janeiro de 2022 as 16h03

Um deslizamento de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio, no Centro-Oeste de Minas, atingiu três embarcações com turistas neste sábado (8) e causou duas mortes.

Veja o que se sabe até agora:

  • aconteceu por volta de 12h30;
  • 2 mortes confirmadas;
  • são, ao menos, 15 feridos;
  • Bombeiros estão no local;
  • Marinha foi acionada e investiga a causa.

 

O Corpo de Bombeiros da cidade de Piumhi, que atende a ocorrência, diz que há, pelo menos, 15 vítimas. Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, uma pessoa morreu.

Por meio de nota, a Marinha do Brasil informou que um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente (Veja nota completa abaixo).

Segundo o Corpo de Bombeiros informou ao g1, a princípio, uma “tromba d’água” junto a pedras fez com que elas deslizassem e caíssem de uma altura de mais de 5 metros, atingindo as lanchas.

O acidente ocorreu no condomínio Escarpas do Lago. A localidade fica perto do município de São Roque de Minas.

Guarnições de Passos e Piumhi foram deslocadas para a região para prestar atendimento às vítimas.

Confira a íntegra da nota da Marinha

A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG.

A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local.

Um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente/fato ocorrido.

Esta reportagem está em atualização

Deixe uma resposta